Programa de reabilitação cognitiva em utentes com perturbação de uso de álcool = Cognitive rehabilitation program in users with alcohol disorders

Sónia Ferreira

Resumo


O consumo abusivo de álcool representa um grave problema de saúde pública, sendo considerado um dos principais factores de mortalidade e morbilidade, afectando de forma significativa o funcionamento físico e psíquico dos indivíduos. Sabe-se que mediante o tipo de consumo, a duração e o início do mesmo, assim variam os danos no funcionamento cognitivo, o que tem consequências no quotidiano de cada individuo. As consequências do consumo no funcionamento cognitivo podem condicionar até o processo terapêutico, nomeadamente a inibição de comportamentos automáticos de consumo, a flexibilidade cognitiva para substituir comportamentos de consumo por outros mais ajustados, a capacidade para definir objectivos, que não envolvam a recompensa imediata, entre outros. Por outro lado, coloca-se cada vez mais a hipótese da existência de alguma vulnerabilidade, nos dependentes de álcool, destacando-se alguma fragilidade nos processos cognitivos, que podem conduzir ao desenvolvimento de comportamentos aditivos. Assim, deve existir a preocupação de desenvolver programas reabilitativos, que integrem a intervenção nos aspectos emocionais, cognitivos e comportamentais, regendo-se pelo conceito da neuroplasticiadade. Desta forma, foi desenvolvido um projecto de Reabilitação Cognitiva, na UTRA, que se destina a utentes com alterações moderadas a graves a nível cognitivo, visando maximizar ou recuperar as funções cognitivas, de modo a atenuar o sofrimento e sentimento de inadequação, promovendo o bem-estar e qualidade de vida, bem como prevenção de recaídas. Este programa tem a duração de três meses, integrando uma vertente multidimensional, que inclui a Consciência do Défice; Gestão de Emoções/Treino de Competências Sociais /Comportamento; Treino Cognitivo.


The abusive consumption of alcohol represents a serious problem of public health, considered as a main factor of mortality and morbidity; it meaningfully affects physical and psychological functioning of the individual. It is known that the extension of the damages on cognitive behavior depends on the type, length and beginning of the consumption and that has consequences in the daily activities each individual. The consequences of consumption on cognitive behavior are passive of affecting the terapeuthical process, namely the inhibition of automatic behaviors of inhibiting consumption, to cognitive flexibility to substitute consumption behaviors for other more adjusted or to the capacity to set other goals rather than automatic reward. On the other hand, each time more importance is given to the existence of some vulnerability on alcohol addicts, highlighting some fragility in cognitive processes, which can lead to the development of additive behaviors. Therefore, there must be a concern in the development of rehabilitation programs able to integrate emotional, cognitive and behavioral aspects based on the concept of neuroplasticity. This way, a Cognitive Rehabilitation project has been developed at UTRA intended for users with moderate to severe changes on cognitive level, aiming to maximize or recover cognitive functions, in order to attenuate suffering and feeling of not belonging, promoting well-being or quality of life to prevent relapse. This program will last three months and will integrate a multidimensional dimension including Deficit Awareness, Emotional Management/Training of Social/Behavioral Cognitive Skills.


Palavras-chave / Keywords:

Dependência, Álcool, Défices Cognitivos, Reabilitação Cognitiva.

Addiction, Alcohol, Cognitive deficits, Cognitive Rehabilitation.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2017
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 617 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt