Bem me quer(o), mal me quer(o): ajustamento psicológico de adolescentes institucionalizados e não institucionalizados

Autores

  • Sara D. Santos
  • M. Céu Salvador

Resumo

A investigação hipotetiza três sistemas de regulação emocional: ameaça, procura (drive) e tranquilização. A institucionalização relaciona-se com vários indicadores de desajustamento psicológico e com a sobreativação dos sistema de ameaça e/ou de drive. Por outro lado, a autocompaixão, relacionada com o sistema de tranquilização, parece ter um efeito positivo no ajustamento psicológico. Este estudo comparou adolescentes institucionalizados e não institucionalizados em variáveis relacionadas com psicopatologia e bem-estar. A amostra incluiu 460 adolescentes não institucionalizados e 171 adolescentes institucionalizados. Bem-estar, depressão, memórias precoces de calor e segurança (EMWS), vergonha, autocriticismo, autocompaixão (SCS-A) e medos da compaixão foram avaliados. Não foram encontradas diferenças significativas entre as amostras no bem-estar, medo de dar compaixão ao outro, e fatores Calor/Compreensão, Mindfulness e Sobreidentificação da SCS-A. No entanto, foram encontradas diferenças na pontuação da depressão, vergonha, autocriticismo, medo de receber compaixão dos outros e de ser autocompassivo, e na pontuação do fator Humanidade Comum da SCS-A, com os adolescentes institucionalizados a pontuarem mais alto. Adolescentes institucionalizados apresentaram pontuações mais baixas nas EMWS, e nos fatores Autocrítica e Isolamento da SCS-A. As amostras não diferiram no bem-estar, possivelmente porque os adolescentes institucionalizados o avaliaram considerando as adversidades passadas antes da institucionalização. As pontuações mais altas na Humanidade Comum podem explicar-se através do contacto com pares com experiências semelhantes, facto que pode também explicar não terem medo de dar compaixão a outros. Hipotetiza-se que a instituição, quando funcional, possa ter um papel na estimulação do sistema de tranquilização.

Palavras-chave:

Adolescentes institucionalizados, Ajustamento psicológico, Vergonha externa, Autocriticismo, Autocompaixão

Downloads

Publicado

2019-06-25

Como Citar

Santos, S. D., & Salvador, M. C. (2019). Bem me quer(o), mal me quer(o): ajustamento psicológico de adolescentes institucionalizados e não institucionalizados. Revista De Psicologia Da Criança E Do Adolescente, 9(1), 83–102. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/rpca/article/view/2673

Edição

Secção

Artigos