A atividade física dos adolescentes portugueses, resultados do estudo HBSC de 2018

Adilson Marques, Miguel Peralta, Nuno Loureiro, Vânia Loureiro, Ana Naia, Margarida Gaspar de Matos

Resumo


O objetivo do estudo foi analisar os níveis de prática de atividade física dos adolescentes portugueses. Participaram no estudo 6997 adolescentes portugueses (3378 meninos), que frequentavam o 6º, 8º e 10º ano de escolaridade em Portugal continental, no âmbito do estudo do Health Behaviour in School aged Children (HBSC). Perguntou-se aos adolescentes sobre a prática de atividade física e sua participação desportiva. Os rapazes reportaram praticar atividade física mais vezes do que as meninas, assim comos os adolescentes mais novos (≤12 anos) reportam praticar mais vezes que os mais velhos. Adolescentes com peso normal também reportaram praticar mais vezes do que os que tinham excesso de peso ou eram obesos. Relativamente à prática desportiva, um número significativamente superior de rapazes referiu praticar em comparação com as meninas. Adolescentes mais novos praticam mais atividades desportivas do que os mais velhos, e adolescentes com peso normal praticam mais do que os com excesso de peso ou obesos. Considerando as orientações para a atividade física, que recomendam a prática de pelo menos 60 minutos de atividade física com intensidade moderada a vigorosa diariamente, a maior parte dos adolescentes portugueses não são fisicamente ativos. Os adolescentes portugueses são fisicamente pouco ativos. Devem ser elaboradas e aplicadas ações de saúde pública que promovam de forma efetiva a prática de atividade física.


This study aimed to analyze the levels of physical activity of Portuguese adolescents. A total of 6997 Portuguese adolescents (3378 boys) attending the 6th, 8th and 10th years of schooling in mainland Portugal were enrolled in the Health Behavior in School-aged Children (HBSC) study. Adolescents were asked about the practice of physical activity and their participation in sports. Boys reported practicing physical activity more often than girls, as well as younger adolescents (≤12 years) reported practicing more times than the older ones. Normal weight adolescents also reported practicing more often than those who were overweight or obese. Concerning sports activities, a significantly higher number of boys reported practicing compared to girls. Younger adolescents practice more sports activities than their older counterparts, and adolescents with normal weight did more than those who are overweight or obese. Considering the guidelines for physical activity, which recommend the practice of at least 60 minutes of physical activity with moderate to vigorous intensity daily, most Portuguese adolescents are not physically active. Portuguese adolescents are not physically active. Public health actions to effectively promote the practice of physical activity should be developed and implemented.


Palavras-chave / Keywords

Desporto, Exercício físico, Portugal, Adolescência.

Sport, Physical exercise, Portugal, Adolescence.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2017
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 617 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt