A literacia emergente no contexto familiar: o estudo de crenças e práticas de literacia junto de pais de crianças em idade pré-escolar

Autores

  • Maria Bernadete Silva de Holanda Gomes
  • Maria da Luz Vale-Dias

Resumo

Os efeitos da contemporaneidade têm vindo a ser sentidos na sociedade, a qual atualmente percebe a importância da literacia no contexto familiar como instrumento de desenvolvimento. A presente proposta pretende apresentar os resultados de uma investigação realizada junto de pais de crianças em idade pré-escolar, buscando caracterizar as crenças, práticas e ambientes de literacia emergente na perspetiva dos pais e o papel de algumas das condições sociodemográficas. A amostra foi constituída por progenitores (n=291) de crianças a frequentar o jardim de infância. Os dados foram recolhidos através de inquérito, utilizando instrumentos de autorresposta, de aplicação individualizada. Em termos globais, a pesquisa revela que a maior parte dos participantes mostraram crenças que refletem uma dimensão holística (versus tecnicista) sobre o seu papel no processo de aprendizagem da leitura e escrita. Foram encontradas correlações entre crenças e práticas dos pais. As práticas de entretenimento são as que apresentam correlação mais alta (moderada) com a dimensão holística das crenças. No que respeita ao nível sociodemográfico e às habilitações, particularmente das mães, os resultados revelaram influências significativas no âmbito do perfil investigado.

Palavras-chave:

Literacia, Família, Crenças, Práticas, Pré-escolar

Downloads

Publicado

2018-11-29

Como Citar

Holanda Gomes, M. B. S. de, & Vale-Dias, M. da L. (2018). A literacia emergente no contexto familiar: o estudo de crenças e práticas de literacia junto de pais de crianças em idade pré-escolar. Revista De Psicologia Da Criança E Do Adolescente, 8(2), 115–131. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/rpca/article/view/2581

Edição

Secção

Artigos