Experiência materna de separação aos três meses de vida do bebê. | Maternal experience about separation at three months of infant´s life.

Cristiane Alfaya

Resumo


A transição para a maternidade está associada a importantes mudanças físicas e psíquicas, especialmente com a chegada do primeiro filho. Autores como Winnicott têm sugerido que desde a gestação a mulher entra numa condição psíquica especial que a coloca num estado de grande disponibilidade emocional, a fim de adaptar-se as necessidades do bebê. Assim sendo, o presente estudo investigou os sentimentos das mães durante as experiências de separação aos três meses de vida do bebê. Participaram do estudo 21 mães com idade entre 16 e 38 anos, de diferentes níveis socioeconômicos do Programa de Saúde da Família na cidade de Santo Antônio de Jesus (Bahia - Brasil). A Entrevista sobre a Experiência da Maternidade foi utilizada para investigar os sentimentos das mães durante as experiências de separação. As respostas das mães na Entrevista foram examinadas através da análise de conteúdo. As mães apresentaram sentimentos negativos tais como preocupação, medo, tristeza e culpa frente as situações de separação aos três meses de vida do bebê, independentemente do motivo e do tempo da separação. Os resultados foram discutidos com base na teoria de Winnicott sobre a maternidade, considerando os conceitos de preocupação materna primária, holding, e dependência absoluta.


The transition to motherhood is associated with important physical and psychological changes. Authors such as Winnicott have suggested that since the pregnancy the woman enters a special mental condition that puts in a state of emotional availability in order to adapt to the baby’s needs. Therefore, the present study investigated the feelings of mothers during the separation experiments at three months of the baby’s life. Participants were 21 mothers aged between 16 and 38, from different socioeconomic levels of the Family Health Program in the city of St. Anthony of Jesus (Bahia - Brazil). The interview on the Maternity Experience was used to investigate the feelings of mothers during the experiences of separation. The responses of the mothers in the interview were examined through content analysis. Most mothers had negative feelings such as worry, fear, sadness and guilt front the first cases of separation after three months of a baby’s life. The results were discussed based on Winnicott’s theory of motherhood.


Palavras-chave / Keywords

Maternidade, Separação mãe-bebê, Sentimento materno.

Motherhood, Mother-infant separation, Maternal feeling.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2017
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 617 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt