Qual a percepção de crianças e adolescentes em acolhimento institucional acerca do seu cuidado subjetivo? | What is the perception of children and adolescents in residential care about their subjective care?

Cintia Favero Carvalho, Karla Rafaela Haack, Josiane Razera, Denise Falcke

Resumo


O cuidado subjetivo se refere à atenção com a singularidade do sujeito, valorizando suas experiências pessoais, sentimentos e valores. Seu exercício no contexto do colhimento institucional promove a ressignificação de vivências e melhor enfrentamento de situações cotidianas. Buscou-se identificar a percepção de crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional sobre a forma como o cuidado subjetivo se apresenta em seu cotidiano, em duas instituições localizadas na Região Metropolitana de Porto Alegre/ RS. Por meio de observações e entrevistas realizadas com os participantes, discute-se às noções de cuidado que permeiam as instituições de acolhimento. Os resultados revelam uma ideia de cuidado bastante atrelada às necessidades fisiológicas, médicas e educacionais e superficial no que se refere ao cuidado específico com o indivíduo em sua singularidade. Desta forma, se compreende que na ausência da família, o suporte institucional prioriza cuidados básicos de sobrevivência e regras de convivência, negligenciando a singularidade do sujeito e privando-o de um desenvolvimento mais saudável.


Subjective care refers to all care dispensed to a subject in its uniqueness. It goes beyond the investment to their physical well being, reaching all the spheres that surround it in its amplitude. Through a survey conducted in two shelter institutions located in Porto Alegre metropolitan area, we wanted to know about the logic imposed on the dispensed Subjective care to the sheltered children and adolescents and even identify the principles that guide the monitors work. Through observations and interviews with instructors and sheltered children and adolescents, we discuss about the real demands of the shelter today and try to identify the points which appear as constituents, especially as regards the care concepts that permeate the work on these locations. The results reveal a care idea strongly linked to learning and very shallow about the specific care to the subject, which seems to emerge as a reflection of contemporary values, social constructions and its consequent impact on the institutions regulation.


Palavras-chave / Keywords

Infância, Adolescência, Abandono, Acolhimento institucional, Cuidado subjetivo.

Childhood, Adolescence, Abandonment, Shelter, Subjective care.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2017
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 617 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt