EMDR com crianças: o estado da Arte

Autores

  • Inês Afonso Marques

Resumo

A investigação em psicoterapia com crianças e adolescentes é pouco expressiva na literatura científica, quando comparada com estudos com a população adulta.

O EMDR (Eye Movement Dessensitization and Reprocessing) é uma abordagem terapêutica recente e, também neste caso, a literatura existente referente a investigação sobre eficácia com a população infanto-juvenil é manifestamente inferior à existente sobre eficácia na população adulta.

Este artigo visa apresentar o estado da arte no que respeita ao EMDR, enquanto recurso psicoterapêutico na infância, reflectindo sobre a sua aplicabilidade, eficácia e possíveis limtações.

Palavras-chave:

EMDR, Trauma, Infância, Psicoterapia, Eficácia

Downloads

Publicado

2015-01-30

Como Citar

Marques, I. A. (2015). EMDR com crianças: o estado da Arte. Revista De Psicologia Da Criança E Do Adolescente, 6(1), 131–138. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/rpca/article/view/1976

Edição

Secção

Artigos