Dinâmica interna familiar e condutas desviantes: verificação de um modelo teórico em jovens brasileiros

Autores

  • Nilton S. Formiga

Resumo

A dinâmica familiar é composta pelas práticas parentais, afiliação afetiva pais-filhos e o valor atribuído à instituição família como condição para o desenvolvimento do jovem. Apesar da sugestionada fissura psicossocial que se tem destacado atualmente sobre essa dinâmica, ainda se acredita que a família é importante no processo de intervenção e inibição das condutas desviantes. 489 homens e mulheres, da rede escolar da cidade de João Pessoa – PB, de 12 aos 18 anos responderam as Escalas sobre a valoração Interna da família, afiliação com pares sócio-normativos, estilos parentais e a de condutas antissociais e delitivas. No programa AMOS GRAFICS 7.0, comprou-se um modelo que, além de existir uma associação positiva entre afiliação com os pares sócio-normativos, valoração familiar e o estilo parental, estes, explicaram, negativamente, a conduta desviante. Isto é, quanto maior for o investimento em tal dinâmica, menor probabilidade terá o jovem de desviar socialmente.

Palavras-chave:

Dinâmica familiar, Condutas antissociais e delitivas, Jovens

Downloads

Publicado

2015-01-06

Como Citar

Formiga, N. S. (2015). Dinâmica interna familiar e condutas desviantes: verificação de um modelo teórico em jovens brasileiros. Revista De Psicologia Da Criança E Do Adolescente, 5(2), 115–128. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/rpca/article/view/1874

Edição

Secção

Artigos