O uso da Internet como ferramenta para promoção de saúde e intervenção para enurese

Autores

  • Deisy Ribas Emerich
  • Paula Ferreira Braga Porto
  • Edwiges Ferreira de Mattos Silvares

Resumo

A enurese é um transtorno muito comum na infância e, em função do impacto social e emocional que ela pode acarretar, é extremamente importante intervir assim que houver o diagnóstico. Embora o alarme de urina seja considerado a intervenção padrão ouro para esta dificuldade, o acesso a este tratamento ainda é restrito. É preciso desenvolver estratégias para disseminar esta intervenção tão eficaz e, neste desafio, as ferramentas de comunicação online podem ser grandes aliadas. Por meio de um estudo de caso, o presente trabalho descreve a utilização de ferramentas de comunicação online para realizar o tratamento comportamental para enurese com uso de alarme. O alvo da intervenção foi um menino de nove anos e seus pais. Por meio de contatos síncronos com o psicólogo, os pais receberam orientações sobre os procedimentos a serem seguidos durante o tratamento com alarme. A intervenção teve duração de 13 semanas e resultou no controle dos esfíncteres vesicais por parte da criança durante a noite. No presente caso, os resultados demonstraram a efetividade do alarme para o tratamento à distância mediado por computador e sugerem que tais ferramentas de fato podem suprimir a distância entre a demanda e a oferta de serviço especializado para enurese para a população brasileira.

Palavras-chave:

Enurese, Terapia comportamental, Aconselhamento online, Criança, Prevenção

Downloads

Publicado

2015-01-06

Como Citar

Emerich, D. R., Porto, P. F. B., & Silvares, E. F. de M. (2015). O uso da Internet como ferramenta para promoção de saúde e intervenção para enurese. Revista De Psicologia Da Criança E Do Adolescente, 5(2), 71–86. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/rpca/article/view/1871

Edição

Secção

Artigos