O ciclo da água pluvial no Palácio da Pena. Caso de estudo.

Ana Patrícia R. Alho

Resumo


No presente artigo desejamos compreender o sistema hidráulico Superior do Palácio da Pena, para tal, estudámos as circunstâncias históricas da sua fundação, as influências estilísticas, as campanhas de obras e as campanhas conservação e restauro, que de algum modo vieram alterar o sistema pré-existente.

Desde sempre que uma das primordiais preocupações do arquitecto ao conceber o edifício foi conduzir as águas pluviais para o exterior da zona coberta. Assim, ao longo do tempo foi ensaiando soluções, que assumiram várias tipologias, envolvendo as coberturas, as caleiras de escoamento, as gárgulas e a continuação do sistema através de contrafortes escalonados e daí directamente para o solo, onde existe igualmente todo um conjunto de canalizações que contribuem para o afastamento das águas da estrutura muraria do edifício.

O sistema hidráulico é um subsistema arquitectónico, que pode ser compreendido atendendo ao seu duplo desenvolvimento: um primeiro que se refere à água potável, ao nível do solo, e outro às águas pluviais, existindo uma articulação entre estes dois subsistemas, que condicionam a organização arquitectónica do mosteiro.


In this article we want to understand the Superior hydraulic system of Pena Palace. To that end, we studied the historical circumstances of its foundation, the stylistic influences, the works campaign and conservation and restoration campaigns, which somehow came to change the pre-existing hydraulic system.

Since ever that the main concern of the master builder was to pull away the rainwater to the outside of the covered area, so, over time, there have been rehearsed solutions, which took various types, involving the covers, the flow gutters, gargoyles and the continuation of the system through staggered buttresses and there directly to the soil, where there is also a whole set of channels that contribute to the removal of water from the wall structure of the building.

The hydraulic system is an architectural subsystem, which can be understood in view of its dual development: a first referred to drinking water, at the ground level, and another for rainwater and there is a link between these two subsystems that affect the architectural organization of the monastery.


Palavras-chave / Keywords

Arquitetura, Hidráulica, Água, Romantismo.

Architecture, Water, Hydraulic, Romanticism.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2017
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 617 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt