Técnicas de construção da época da 1ª República: memória arquitectónica revisitada e activação patrimonial na Golegã

Autores

  • Luís Mota Figueira

Resumo

Pretende-se focar as técnicas de construção da arquitetura vernacular desenvolvidas durante o período da 1ª República e, particularmente, um exemplo da arquitetura praticada numa zona rural do Ribatejo. Numa perspetiva de «apresentação-interpretação» usa-se esse exemplo construído como objeto de um exercício de memória da edificação na Golegã.

Palavras-chave:

História da arte, Arquitetura, 1ª República, Artes e ofícios, Construção

Biografia Autor

Luís Mota Figueira

Professor Coordenador do Departamento de Gestão Turística e Cultural, da Escola Superior de Gestão de Tomar , do Instituto Politécnico de Tomar, desde 24 de Março de 2000 e Doutor em História da Arte pela Universidade de Coimbra, desde 2001. Director do Departamento de Gestão Turística e Cultural, desde 19 de Dezembro de 2002, com Estágio de Pós-Doutoramento em Turismo pela Universidade de Aveiro, em 2010. Professor convidado e orientador de dissertações no Mestrado em Património e Desenvolvimento da Universidade de Cabo Verde, desde 2007. Coordenador científico, docente e orientador de dissertações do Mestrado em Desenvolvimento de Produtos de Turismo Cultural desde 2008. Membro do Conselho Geral do Instituto Politécnico de Tomar, desde 2009. Director Técnico do Museu Agrícola de Riachos e Casa-Memorial Humberto Delgado, desde 1994. Foi Docente do Curso de Conservação e Restauro do Instituto Politécnico de Tomar entre 1991 e 1996. Foi Coordenador do Curso de Restauro de Mobiliário e Arte Sacra do CEARTE- Semide entre 1996 e 2006. Foi Consultor do GAVEGabinete de Avaliação do Ensino Secundário, do Ministério da Educação entre 2004 e 2007. Foi Professor Convidado da Fundação Ricardo do Espírito Santo Silva entre 1988 e 2003. Investigador da Unidade de Governança, Competitividade e Políticas Públicas da Universidade de Aveiro, desde 2010. Interesses de docência e de investigação em Cultura, Museologia, Etnografia, Etnoarqueologia, Técnicas Tradicionais de Construção, Salvaguarda do Património Cultural, Mobiliário, Peritagem em Arte, Museografia, e Turismo. lmota@ipt.pt

Referências

AA.VV.,(1980), Arquitectura Popular em Portugal, Lisboa, Associação dos Arquitectos Portugueses.

ALVES, Luís Alberto Marques, (s/d), O arranque do ensino industrial na 2ª metade do século XIX, em http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/2826.pdf, acedido em 21.01.2011.

BOSC, Jean-Louis, et al, (2001), Joseph Monier et la Naissance du Ciment Armé, Paris, Éditions Du Linteau.

CHOAY, Françoise, (2008), Alegoria do Património, Lisboa, Edições 70.

CONDE, Manuel Sílvio Alves, (2000), Uma Paisagem Humanizada – O Médio Tejo nos Finais da Idade Média, Vol. I e II, Cascais, Patrimonia – Associação de projectos culturais e formação turística.

DETHIER, Jean, (1993), Arquitecturas de Terra – trunfos e potencialidades de um material de construção desconhecido: Europa-Terceiro Mundo-Estados Unidos, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian.

DIAS, Jorge, (1990), Estudos de Antropologia, Vol.I, Lisboa, Imprensa Nacional – Casa da Moeda.

FONTES, Carlos, (s/d), Navegando na Educação, História da Formação Profissional e da Educação em Portugal, Idade Contemporânea – 1ª República (1910-1926), Ensino Industrial, em http://educar.no.sapo.pt/histFormProf119.htm, acedido em 21.01.2011.

HOUBEN, Hugo, GUILLAUD, Hubert, et al, (1995), Traité de Construction en Terre, Marseille, editions Parenthèses.

LEITÃO, Luiz Augusto, (1894), Curso Elementar de Construcções, Lisboa, Secretaria da Guerra – Repartição do Gabinete.

MORENO-NAVARRO, José Luiz González, (1993), El legado oculto de Vitruvio – saber constructivo y teoría arquitectónica, Madrid, Alianza Forma.

MUMFORD, Lewis, (1986), Arte & Técnica, Lisboa, Edições 70.

MUNARI, Bruno, (1978), A Arte como Ofício, Lisboa, Editorial Presença.

OLIVEIRA, Ernesto Veiga de, GALHANO, Fernando, (1998), Arquitectura Tradicional Portuguesa, Lisboa, Publicações Dom Quixote.

SEGURADO, João Emílio dos Santos, (s/d), Acabamentos das Construções, Lisboa, Livrarias Aillaud e Bertand.

TEIXEIRA, Gabriela de Barbosa, BELÉM, Margarida da Cunha, (Org.), (1998), Diálogos de Edificação: técnicas tradicionais de construção, Lisboa, Centro de Artes Tradicionais.

Downloads

Publicado

2013-10-03

Como Citar

Figueira, L. M. (2013). Técnicas de construção da época da 1ª República: memória arquitectónica revisitada e activação patrimonial na Golegã. Revista Arquitectura Lusíada, (2), 33–47. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/ral/article/view/238

Edição

Secção

Artigos