Área metropolitana de Lisboa: que estratégias?

Autores

  • Rui Barreiros Duarte Professor Catedrático da Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa.

Resumo

A área metropolitana de Lisboa reflete acentuados desequilíbrios regionais, a não existência dum modelo que perspective a sua sustentabilidade e competitividade, a falta de projetos integrados que envolvam a qualidade da paisagem humanizada, rentabilizem os recursos energéticos e potenciem a mobilidade.

Apesar dos exemplos europeus, a região da Grande Lisboa enreda-se numa conurbação de cidades-subúrbios incapazes de se tornarem competitivas, de gerarem emprego, coesão social e qualidade de vida, traduzindo uma falta de modelos de referência e de teorias.

As acessibilidades regionais são um factor determinante do desenvolvimento, mas não se compadecem com as indefinições de traçado e localização das grandes infra-estruturas, enunciando a ausência dum pensamento e de estudos cientificamente sustentados sobre as regiões.

Assim, é necessário equacionar a competitividade das cidades e a sustentabilidade num primeiro nível, resolver os problemas da segurança e da violência urbana num segundo nível e a integração comunitária para que exista uma boa saúde mental num terceiro nível. Os modelos de referência e a sua adaptabilidade, os ambientes urbanos e as condições técnicas de ação, constituem três níveis interativos, indissociáveis dum processo integrado de desenho. O debate está em aberto, mas como diz José Gil, pode haver um problema de não inscrição.

Palavras-chave:

Área metropolitana, Conurbação, Modelo, Estratégia, Subúrbio, Competitividade

Biografia Autor

Rui Barreiros Duarte, Professor Catedrático da Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa.

Nasceu em 1948, na Figueira da Foz, Portugal. Arquiteto diplomado pela Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, em 1973. Pós-Graduação em “Conservação e Recuperação de Edifícios e Monumentos”, Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa, em 1984. É Doutorado em Arquitetura pela Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa, em 1993. Atualmente, é Professor Catedrático de Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa e Professor Catedrático de Projeto e Design da Universidade Lusíada do Porto, ao abrigo do Protocolo de colaboração existente entre a FA/UTL e a Fundação Minerva. Tem participado em vários cursos de Doutoramento e Mestrados em Estética, Reabilitação da Arquitetura e dos Núcleos Urbanos, Design, Cor na Arquitetura e Teoria da Arquitetura. Publicou diversos Ensaios, Artigos, Textos Críticos em livros, revistas e jornais e tem um Ensaio premiado internacionalmente. Foi Director da Revista Mensal “Arquitetura e Vida” de Fevereiro de 2001 a Novembro de 2005. Foi Consultor da “Kellogg School of Management” para a Renovação do edifício “Jacobs Center” e para a construção do novo Edifício da “Kellogg School” no campus da “Northwestern University”, em Evanston, Illinois, E.U.A., de 2007 a 2010. É Sócio Gerente de “RBD.APP - Arquitetos, Lda.”, desde 1983. Tem projetos e obras de Arquitetura publicados em Livros, Revistas, Jornais e Mapas de Arquitetura, e participado em várias Exposições Coletivas, nacionais e internacionais. Prémio Municipal “Jorge Colaço” Azulejaria 2000, atribuído em 2001 pela Câmara Municipal de Lisboa ao Projeto da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, em co-autoria com Andreas Stöcklein e Ana Paula Pinheiro. Ganhou numerosos 1º s Lugares e 1º s Prémios em Concursos Públicos e Concursos por Convite. Duarte e Ana Paula Pinheiro são co-autores dos livros RBD.APP O PODER DA IDEIA, INSIDECITY, Lisboa, Portugal, 2009, e MUSEU DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Arquitetura e Concretização do Programa Museológico, LIBRUS, Lisboa, Portugal, 2006. Rui Barreiros Duarte é autor do livro ”O VOO DA FÉNIX”, Papiro Editora, Porto, Portugal, 2008.

Referências

Aureli, Pier Vittorio – “The Project of Autonomy Politics and Architecture within and against Capitalism”, Princeton Architectural Press and The Trustees of Columbia University in the City of New York, USA, 2008.

Bonomi, Aldo – “La Vita Nuda o L’essenza del Margine / Naked Life or The Vibrancy of Margins”, In: Revista ”Cluster – Città, Design, Innovazioni” Turim, Itália, #07, 2008.

Duarte, Rui Barreiros – “A nova (des)ordem Urbana”, in: “O Voo da Fénix”, Papiro Editora, Porto, Portugal, 2008.

Duarte, Rui Barreiros - “O Território, a Cidade e a Arquitectura face à mudança do Paradigma Energético”, in Revista ARTiTEXTOS 04 - Urbanismo, Arquitectura, Design, Moda, CEFA – Faculdade de Arquitectura da UTL, Junho de 2007.

Lamas, José M. Ressano Garcia – “Morfologia Urbana e Desenho da Cidade”, Fundação Calouste Gulbenkian / Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica, Lisboa, Portugal, 1993.

Oliveira, L. Valente de – “Esquemas Teóricos e Modelos de Estruturas Espaciais Urbanas”, Dissertação para Doutoramento em Engenharia Civil, Faculdade de Engenharia Universidade do Porto, Portugal, 1972. Internacional situacionista – antologia, Edições antígona, Lisboa, 1997.

Turi, Pier Giorgio – “The Sustainable City / Trasmettere la Città Sostenibile”, In: Revista ”Cluster - Città, Design, Innovazioni” Turim, Itália, #07, 2008.

Downloads

Publicado

2013-10-03

Como Citar

Duarte, R. B. (2013). Área metropolitana de Lisboa: que estratégias?. Revista Arquitectura Lusíada, (2), 7–17. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/ral/article/view/236

Edição

Secção

Artigos