Friches industrielles e o seu contributo para a dinamização da cidade

Ana Paula de Napoles, Rui Pedro Fernandes

Resumo


As friches industrielles resultam da desindustrialização emergida do fenómeno da globalização que, por sua vez, exortam uma desagregação das relações socioespaciais, cujos ecos urbanísticos se reproduzem no isolamento das grandes unidades industriais abandonadas, localizadas na cidade.

A sua reintegração na cidade está precocemente condicionada a uma continuidade da memória identitária da fábrica, concretizada nas operações arquitetónicas projetadas, norteadas para uma reposição das friches industrielles, na malha urbana, restituindo os edifícios à cidade e aos city users.


Friches industrielles emerge as the result of de-industrialization driven by the phenomenon of globalization, which, in turn, promote a disintegration of socio-spatial relations, whose urban echoes duplicate in large abandoned industrial units located in the city.

Their reintegration into the city is prematurely conditionated on the continuity of a factory identity memory, materialized on projected architectural operations, guided for a reintegration of friches industrielles in the urban fabric, returning the buildings to town and city users.

 

Palavras-chave / Keywords

Friches industrielles, Desindustrialização, Reintegração urbana, Requalificação arquitetónica, Planeamento urbano.

Friches industrielles, De-industrialization, Urban reintegration, Architectural requalification, Urban planning.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2017
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 617 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt