Arquitecturas sem conteúdo. Estruturas arquitectónicas na requalificação das cidades “Big Box”.

Liliana Nóbrega

Resumo


Cidades contemporâneas caóticas, com centros abandonados, periferias fragmentadas, desqualificadas e esquecidas. Este artigo pretende provocar uma reflexão e aprofundamento na procura de soluções arquitectónicas e estratégicas de intervenção e requalificação dos espaços urbanos colectivos. A arquitectura faz-se não apenas construindo volumes mas também desenhando vazios. Vazios que são cada dia mais preciosos e escassos em cidades massificadas.

Ao longo desta investigação para a dissertação de mestrado, na qual este artigo se baseia, introduziram-se ideias e conceitos essenciais, para as cidades num futuro próximo. Procura-se olhar para a realidade do espaço urbano, tentando encontrar as suas falhas e ineficiências. Indo, cirurgicamente e aos poucos, curando pequenos ‘cancros’ persistentes e muitas vezes invisíveis aos olhos de quem os visita e habita.

Apresenta-se neste artigo, um resumo e aprofundamento das ideias introduzidas por Kersten Geers, arquitecto Belga, nos seminários do curso de arquitectura da universidade Accademia di Architettura di Mendrisio, Suíça em 2012.

Introduzem-se alguns casos de estudo, a um primeiro nível fora de Portugal e depois em Lisboa e arredores, fazendo a transição para uma realidade conhecida de todos e abrindo, desta forma, a discussão às cidades portuguesas.


This work is focused on doing an integrated analysis of urban and architectural strategies that can be used in the requalification of cities in several areas: historic centres, suburbs, abandoned buildings and not well used ones.

The strategy takes, as a starting point, recently developed concepts of thinking and making architecture. These concepts, such as Urban Acupuncture, Architecture Without Content and ‘Big Box’, are going to be developed along this work, as well as illustrated with examples of real cases.

Many of these ideas have already been developed and studied by other architects and artists, such as Robert Venturi, Rem Koolhaas, Edward Ruscha, Kersten Geers, though remaining under some aura of mystery and doubt, one of the reasons for the interest in this topic.

Throughout the work, the theme of contemporary urban needs is developed as well as, the eternal dilemma between inhuman machines, but undoubtedly useful versus the existence of continuum and qualified public space. In fact, the junction of the two is the main goal of a Big Box, which are structures that are seeking for solutions, in a reality populated by everchanging needs and on which architects and inhabitants could no longer control it.

This work also comes as a result of some studies, which began during a semester of experimentation in the studio Office Kersten Geers David van Severen in the Accademia di Architettura in Mendrisio, Switzerland, in the year 2011.

The ultimate goal, is to develop deeper, the topic already started and make the transition to the Portuguese reality and finish with the review of the study-case, prepared by the student under this workshop.


Palavras-chave / Keywords

Espaço público, Requalificação urbana, Acupunctura urbana, Arquitectura sem conteúdo, ‘Big Box’.

Public space, Urban requalification, Urban acupuncture, Architecture without content, ‘Big Box’.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2017
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 617 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt