Guerra assimétrica reversa:

um estudo sobre a exteriorização fenomenológica da assimetria reversa nos conflitos contemporâneos

Autores

  • Roy Reis Friede

DOI:

https://doi.org/10.34628/kpge-hd39

Resumo

O presente trabalho objetiva analisar a fenomenologia da Assimetria Reversa, como elemento de limitação do emprego do poder militar no campo de batalha e no contexto amplo dos conflitos bélicos de quarta geração, procurando também demonstrar os persistentes equívocos quanto à utilização, genérica e a técnica, da expressão “Guerra Assimétrica”.

Palavras-chave:

Guerra, Assimetria Reversa, Conflitos Armados, Guerra de Quarta Geração, Conflitos Contemporâneos

Biografia Autor

Roy Reis Friede

  • Desembargador Federal
  • Presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (biênio 2019/21)
  • Professor Emérito da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME)
  • Professor Honoris Causa da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR)
  • Professor Emérito da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais do Exército (EsAO)
  • Conferencista Especial da Escola Superior de Guerra (ESG)

Site: https://reisfriede.wordpress.com/

Referências

ARREGUIN-TOFT, Ivan. How The Weak Win Wars; International Security, Vol. 26, n.º 1, 2001.

BERG, Maxine. Rehabilitating the Industrial Revolution, The Economic History Review, Vol. 45, nº 1.

CARVALHO, Olavo de. Diferenças Gritantes, O Globo, 15 maio 2004.

CLINE, Ray. World Power Assessment. 1977.

CORREIA, Pedro de Pezarat. Manual de Geopolítica e Geoestratégia, Vol. 1, Ed. Almedina, Coimbra, 2010.

__________. Revolução nos Assuntos Militares; Revista de História das Ideias, Vol. 30, Faculdade de Letras, Coimbra, 2009.

CREVELD, Martin. La Transformation de la Guerre, Editions du Rocher, France, 1998.

FRIEDE, Reis. Ciência Política e Teoria do Estado. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 2015.

__________. A Miopia Geopolítica de Barack Obama. Revista do Clube Naval, out.-dez. 2015.

__________. A Nova “União Soviética” (Islâmica). Revista do Clube Naval, abr.- jun. 2011.

__________. A Sinergia da Tríade, Jornal da Aviação, fev.-mar. 1984.

__________. As Multinacionais e o Impacto do Poderio Brasileiro no Ambiente Internacional, Rio de Janeiro: Ed. Quatrocentos e Irradiação Cultural, 4 ed., 1983.

__________. Decadência de uma Grande Nação: a Crise Norte-Americana. Jornal Correio Aeronáutico, jan. 1982 - dez. 1984.

__________. Globalização, Monopolaridade e Assimetria Reversa. Revista Trimestral de Direito Público, 2011.

__________. Guerra Assimétrica Reversa. Revista da ESG, 2011.

__________. Lições de Estratégia Militar-Aeroespacial do Conflito do Vietnã aos Combates da Chechênia, Passando pela Intervenção Soviética no Afeganistão e Norte-Americana no Golfo Pérsico. Revista Brasileira de Direito Aeroespacial, n. 68, mar. 1996.

__________. Limites da Soberania Nacional no Cenário Internacional, Jornal do Commercio, 2 e 3 dez. 1992.

__________. O Impacto das Forças Aeroestratégicas na América do Sul e o Papel do Brasil. Jornal Correio Aeronáutico, maio 1980.

__________. O Papel do Brasil numa Nova Realidade Global; Jornal do Brasil, Caderno Especial, 17 out. 1982.

__________. O Poderio Americano e a Política de Defesa dos EUA. Rio de Janeiro: Ed. Mauro Familiar e Irradiação Cultural, 1979.

__________. O Poderio Militar no Brasil e a Estratégia da América do Sul. Jornal Correio Aeronáutico, jun.-jul. 1981.

__________. O Poderio Soviético e a Política de Defesa de Moscou. Rio de Janeiro: Ed. Mauro Familiar e Irradiação Cultural, 4 ed., 1981.

__________. O Raid Aéreo Israelense na Guerra dos 6 Dias. Guia de Operações Militares, 5 out. 2012.

__________. Poderio Aeroespacial Norte-americano no Vietnã, 20 anos Após o Término do Conflito na Indochina. Aviação em Revista, out. 1995.

__________. Questões de Teoria Geral do Estado e de Direito Constitucional. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1993.

__________. Ressuscitar a ‘Guerra Fria’. Jornal Diário de Sorocaba, 14 ago. 2015.

HOBSBAWM, Eric. The Age of Revolution: Europe 1789-1848, Weidenfeld e Nicolson.

INIKORI, Joseph E.. Africans and the Industrial Revolution in England; Cambridge University Press.

KALDOR, Mary. New and Old War: Organized Violence in a Global Era; Polity Press, Cambridge, 1999).

KREPON, Michael. Lost in Space; Foreign Affairs, Vol. 80, nº 3, maio-junho 2001.

LATHAM, Andrew. Re-imagining Warfare: The Revolution in Military Affairs; Contemporary Security and Strategy, Macmillan Press, UK, 1999.

MAN DEL BAUM, Michael. Is Major War Obsolete?, Survival, Vol. 40, nº 4, IISS, London, 1998-99.

PINTO SILVA, Carlos Alberto. Guerra Assimétrica: Adaptação para o Êxito Militar, PADECEME, nº 15, 2º Quadrimestre de 2007.

SALAMÉ, Ghassan. Les Guerres de L’Aprés-Guerre Froide; Les Nouvelles Relations Internationelles: Pratiques et Théories, Presses de Sciencies, Paris, 1998.

SMITH, Rupert. A Utilidade da Força: a Arte da Guerra no Mundo Moderno; Edições 70, Lisboa, 2008.

SNYDER, Craig; MALIK, Mohan. Development in Modern Warfare; Contemporary Security and Strategy, Macmillan Press, UK, 1999.

STEPHENSON, Scott. A Revolução em Assuntos Militares: 12 Observações sobre uma Ideia Fora de Moda, Military Review, 2010.

Publicado

2021-09-21

Como Citar

Reis Friede, R. (2021). Guerra assimétrica reversa:: um estudo sobre a exteriorização fenomenológica da assimetria reversa nos conflitos contemporâneos. Lusíada. Política Internacional E Segurança, (17-18), 77–110. https://doi.org/10.34628/kpge-hd39

Edição

Secção

Artigos