Desafios para a gestão da água no Século XXI

Autores

  • Maria João Freitas Socióloga, PHD. Investigadora no LNEC

DOI:

https://doi.org/10.34628/bmdy-bj65

Resumo

Em abril quando me abalancei no desafio de desenvolver um racional sobre a gestão da água no século XXI na perspetiva das Ciências Sociais, no âmbito de um Seminário sobre a Água e as Relações Internacionais, uma das ideias que emergiu imediatamente foi o papel político absolutamente crucial que a gestão deste recurso assumia para dois dos grandes desafios globais que neste século se encontram em cima da mesa para a humanidade. Por um lado, e de forma quase óbvia, o Desafio Ambiental e todos os impactes que este aporta em termos de alterações climáticas para a gestão deste recurso, a exigir abordagens holísticas, genialidade e vontades transnacionais comprometidadas em inovar abordagens e soluções. Por outro, embora (infelizmente!) de forma menos óbvia e menos assumida, o Desafio Societal no que este instiga ao envolvimento e implicação de múltipos atores para ações de natureza colaborativa num contínuo de diálogos e interdependências relevantes à sua abordagem - desde o nível mais micro e individual (na configuração de hábitos e quotidianos) a níveis mais globais (na configuração de decisões estratégicas e sistemas de governação e governança bem mais complexos).

Palavras-chave:

Século XXI

Downloads

Publicado

2021-09-21

Como Citar

Freitas, M. J. (2021). Desafios para a gestão da água no Século XXI. Lusíada. Política Internacional E Segurança, (17-18), 67–75. https://doi.org/10.34628/bmdy-bj65

Edição

Secção

Artigos