A cimeira UE-África de Lisboa a evolução da política europeia de segurança e defesa

Autores

  • Luís Eduardo Saraiva Doutorando em Relações Internacionais na Universidade Lusíada de Lisboa.

Resumo

Como concretizar as expectativas da segunda cimeira entre a União Europeia (UE) e África, realizada em Lisboa nos finais de 2007? Aqui terão sido traçados novos rumos para a relação da UE com os seus parceiros a Sul. Desde a primeira cimeira, no Cairo, em 2000, o mundo mudou muito, com a globalização ii acelerar e a interdependência entre todos os atores da cena internacional a tornar-se cada vez mais complexa. Nesse período a Política Europeia de Segurança e Defesa (PESO) passou por várias fases evolutivas.

Nessa reunião, o resultado mais concreto foi a aprovação da Estratégia Conjunta UE-África, incluindo um plano de ação para 2008-2010. O objectivo deste compromisso é levar a relação entre África e a UE a um novo patamar estratégico, através do reforço da parceria política e da intensificação da cooperação. Aparentemente a Europa irá agora comprometer-se mais com a sua segurança a Sul através de medidas que reforçarão as capacidades militares africanas. Neste texto propõe-se verificar se o papel da UE como actor internacional sairá reforçado pela concretização de projetos da Cimeira, tais como o levantamento da arquitetura africana de paz e segurança (APSA) e se a PESO terá de ser reconfigurada para responder a tal desafio.

Palavras-chave:

África, Capacidades, Segurança, Defesa, Parceria

Downloads

Publicado

2013-07-26

Como Citar

Saraiva, L. E. (2013). A cimeira UE-África de Lisboa a evolução da política europeia de segurança e defesa. Lusíada. Política Internacional E Segurança, (1), 105–128. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/lpis/article/view/187

Edição

Secção

Artigos