Política-segurança-desenvolvimento na Guiné Bissau

Autores

  • Ana Correia Doutoranda do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas

Resumo

A situação de "emergência estrutural" e de pós-conflito, as questões do tráfico de droga e corrupção que a Guiné-Bissau tem vivido, aliadas à sua situação de fragilidade exigem uma intervenção sustentável da comunidade internacional para evitar eventuais futuros conflitos e assegurar a transição para um Estado mais estável e propício ao desenvolvimento. As necessidades atua is e também fu turas do pais concentram-se essencialmente na urgência de implementação de reformas inadiáveis na Administração Pública, nas Finanças e no sector de Defesa e Segurança, que deverão ser integradas numa ótica de segurança, desenvolvimento e prevenção de conflitos. A grande dificuldade, reconhece-se, será encontrar os meios que consigam responder ao mesmo tempo aos desafios de curto, médio e longo prazo que o país enfrenta com as várias reformas em curso, num cenário de recurso financeiros, materiais e humanos exíguos e de equilíbrios políticos, económicos, financeiros e sociais instáveis. O papel dos parceiros da Guiné-Bissau tem sido importante no esforço de aplicabilidade dos princípios de coerência, harmonização dos procedimentos e de alinhamento com a estratégia de desenvolvimento do pais, sobretudo ao nível das trocas informais de informação que, todavia, desaparece nos níveis estratégico e político, aumentando os potenciais efeitos negativos da ajuda. A fim de contribuir verdadeiramente para atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio e de modo a garantir a necessária estabilidade política e democrática, a mobilização de recursos externos deverá estar associada a profundas mudanças nas políticas na governação, com o Estado a assumir o ownership do seu desenvolvimento .

Palavras-chave:

Guiné-Bissau, Política, Segurança, Desenvolvimento

Downloads

Publicado

2013-07-26

Como Citar

Correia, A. (2013). Política-segurança-desenvolvimento na Guiné Bissau. Lusíada. Política Internacional E Segurança, (1), 83–103. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/lpis/article/view/186

Edição

Secção

Artigos