60 anos de política externa económica Japonesa

Pedro Miguel Amakasu Raposo de Medeiros Carvalho

Resumo


Este artigo analisa a política externa económica japonesa de 1945 até 2005. O principal argumento, é que ontem como hoje a política externa do Japão assenta sobre três premissas. Primeiro, a obtenção de segurança como fim dominante para evitar o controle ou a invasão por outra potência. Segundo, o bem-estar e crescimento económico para diminuir a sua dependência externa, e terceiro, o aumento da capacidade política através da projecção do seu poder económico em organizações internacionais. Na tentativa de obter a sua independência económica, política, e militar, o Japão de 1895 a 1945, quebrou esteobjectivo estratégico, o que constituiu uma catástrofe para o país. No pós-guerra, o Japão renunciou à guerra, e não teve outra opção senão delinear uma estratégia de política externa o mais realista possível (teoria realista), mas suficientemente ampla do ponto de vista comercial e económico com outros parceiros (teoria da interdependência) e, simultaneamente, independente e pacífica (teoria liberal) tendo em conta a sua inserção numa das regiões mais conflituosas do mundo. Neste contexto, o objecto principal deste estudo, é analisar a política externa económica japonesa nas suas várias faces e fases, desde 1945 até 2005/06.

 

This paper examines Japanese economic foreign policy from 1945 to 2005. It argues that in the past as in the present Japanese economic policy is based on three premises. First, the need of security as dominant end to prevent the control or the invasion from another power. Second, the need of development and economic growth to diminish Japan’s economic dependence. Third, to increase the capacity of its politics through the economic power and the use of international institutions. In the attempt to get its economic, political, and military independence, Japan committed a strategic mistake with its militaristicand imperalist policy between 1895 and 1945, and broke its first strategically goal – security, which constituted a catastrophe to Japan. After the war, Japan renounced war forever and began a pragmatic strategy that combined both the realist, interdependence and liberal theories of international relations to attain security, development, political and economic power. In this light, the prime objective of this article is to analyze Japan’s Foreign Policy in some of its faces and phases, paying special attention to the economic, historical, and political aspects as well since 1945 until 2005/06.

 

Palavras-Chave / Keywords

Política externa, Segurança, Desenvolvimento, Teoria, Poder, Economia.

Foreign policy, Security, Development, Theory, Power, Economy.

 


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2018
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 617 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt