Alberto de Monsaraz e o integralismo lusitano: pensamento e acção

Nuno Simão Ferreira

Resumo


O presente estudo incide sobre o período inicial do pensamento e da acção de Alberto de Monsaraz, no âmbito da nossa tese de Mestrado. Após umas notas biográficas abordam-se temáticas tendentes à compreensão dos primórdios da actividade política de Alberto de Monsaraz, que irão desembocar na fundação e, subsequente organização do Integralismo Lusitano. De realçar a coabitação do tempo de formação intelectual, de influências literárias e de referências dos futuros integralistas, que alimentarão de início uma tertúlia estetico-literaria, sem conotações políticas, e que terá como seu grande vulto inspirador, pelo menos a nível do gosto incutido pela poesia regional, o 1º Conde de Monsaraz (D. António Macedo Papança). Acordadas as bases do futuro Integralismo Lusitano e o entendimento comum em criar uma revista (futura Nação Portuguesa), onde os futuros integralistas darão azo a contestação da República, assinala-se a contribuição extremamente importante de Alberto de Monsaraz no desenlace das diligências, no desenvolvimento de contactos e no apoio financeiro. Do período da Formação ou da Academia de Coimbra até ao período da Organização Integralista, perpassam duas suas marcas indeléveis, a admiração e o apego sentimental para com o seu pai e a amizade incondicional e leal nutrida por António Sardinha. A concluir, uma abordagem que se destina a espelhar a concepção e a crítica que os integralistas fizeram a I República (até 1916), fundamentada por seus artigos editados em variadas publicações periódicas monárquicas e numa sua Cartilha Monárquica.


The present work deals with the initial thinking and actions of Alberto de Monsaraz, as treated in my Masters thesis. Following some biographical notes, we examine the principal themes regarding Alberto de Monsaraz' s early political activities, which led to the foundation and subsequent organization of Lusitanian Integralism. Salient among these are the simultaneous intellectual background training and readings of the works of those who would become integralists, which would become an aesthetic-literary common ground, devoid of political overtones, and he who would become a vague mentor of sorts - at least at the level of pure pleasure, instilled in him by regional poetry - the first Count of Monsaraz, D. António Macedo Papança. Having awakened the first stirrings of (future) Lusitanian Integralism, and in line with creating a magazine (the future Nação Portuguesa), in which the future integralists would have the opportunity to contest the Republic, the contribution of Alberto de Monsaraz emerges as a crucial element in overcoming the hurdles, fostering personal contacts and raising money. From the period of Formation or the Academy of Coimbra until the period of Integralist Organization, two factors made an indelible mark upon him: the admiration and sentimental touch of his father, and the unconditional friendship and loyalty of Ant6nio Sardinha. Concluding an approach that reflects the concept and criticism that the integralists directed against the First Republic (until 1916), based upon their writings in various periodic monarchist publications and in their Cartilha Monárquica.


Palavras-chave / Keywords

Integralismo Lusitano, Nação Portuguesa, Alberto de Monsaraz, I República, Monarquia.

Lusitanian Integralism, Nacão Portuguesa, Alberto de Monsaraz, First Republic, Monarchy.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2017
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 617 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt