Uma análise multidimensional do impacto das crises financeiras internacionais (1993-2002): do regional ao global

Júlio Lobão

Resumo


Neste estudo avaliamos a importância do fenómeno de contágio entre os mercados de acções de nove países desenvolvidos durante o período de 1993-2004 e, com especial atenção, durante seis episódios seleccionados de crises financeiras. Recorremos, para o efeito, à aplicação e comparação de diversas metodologias, conducentes à captação do fenómeno, nas suas várias acepções, incluindo testes de: correlação, Kolmogorov-Smirnov, valor extremo, raiz unitária, cointegração, causalidade e outros baseados na estimativa de modelos de vectores autoregressivos. Os resultados indicam que o contágio nos mercados de acções nos países desenvolvidos foi relevante durante a maior parte das crises financeiras observadas ao longo do período em análise. Verificou-se existirem evidências muito fortes de contágio na crise da Ásia, evidências fortes de contágio na crises da Rússia e na crise associada aos ataques de 11 de Setembro, evidências limitadas de contágio na crise do Brasil e Argentina e muito fracas evidências de contágio na crise do México.

 

Palavras-chave: Contágio, Mercados Financeiros, Países Desenvolvidos, Crises Financeiras

 

In this study, we evaluate the importance of the contagion phenomenon among the stock markets of nine developed countries during the 1993-2004 period and, particularly, during six selected episodes of financial crises. In order to investigate the presence of contagion effects, we recurred to the use and comparison of several methodologies that are able to consider the phenomenon in its diverse acceptions including correlation tests, Kolmogorov-Smirnov tests, extreme value tests, unit root tests, cointegration tests, causality tests and other tests based on the estimation of vector autoregressive models. The tests indicate that the contagion phenomenon, in the stock markets of developed countries was important during most of the financial crises under study. We found very strong evidences of contagion during the Asia crisis, the Russia and September 11 crises, limited ones during the Brazil and Argentina crises, and weak evidences of contagion during the Mexico crisis.

 

Key-words: Contagion, Financial Markets, Developed Countries, Financial Crisis


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica | Universidades Lusíada, 2004-2019
Universidade Lusíada Editora
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt