Auditoria e competitividade organizacional: um olhar centrado no factor humano

Autores

  • Ivo Antunes Dias Universidade Lusíada de Lisboa

Resumo

Novos quadros competitivos requerem novas respostas organizacionais. A consideração do elemento humano como factor promotor da competitividade exige a implementação de políticas, práticas e procedimentos que otimizem a sua utilização. A introdução de processos de auditoria de recursos humanos permite a minimização de riscos associados à gestão dos recursos humanos em linha com as exigências da Sociedade do Conhecimento.

Palavras-chave:

Auditoria, Recursos Humanos, Risco, Gestão do Risco, Sociedade do Conhecimento, Competitividade

Downloads

Publicado

09-05-2014

Como Citar

Dias, I. A. (2014). Auditoria e competitividade organizacional: um olhar centrado no factor humano. Lusíada. Economia E Empresa, (12), 33–63. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/lee/article/view/882

Edição

Secção

Dossier: A reorganização do mundo do trabalho na economia competitiva