Gestão da marca no âmbito dos serviços: o trabalho temporário

Autores

  • Joana Madureira Mestre em Gestao pela Universidade Lusfada de Lisboa

Resumo

Com o intuito de analisar a gestão de uma marca no mercado de serviços, em particular no sector do trabalho temporário, elaborou-se uma caracterização dos serviços em contraposição com os produtos. Cumulativamente, desenvolveu-se o tema da marca nos serviços numa perspetiva bipolar: aspetos tangíveis e intangíveis, tomando o exemplo da empresa Manpower~ pioneira em Portugal na cedência temporária de trabalhadores, desde 1962.A partir de uma análise ambiental e concorrencial ao mercado de serviços de trabalho temporário, verificou-se a existência de 262 empresas de trabalho temporário a laborar em Portugal. Através de um inquérito aplicado, observou- se a primazia de determinadas marcas em relação a outras. Operacionalizaram-se hipóteses para inferir o reconhecimento da Manpower no mercado. Tendo em conta as constantes alterações económico-empresariais, (e. g., fusões e aquisições), o trabalho temporário surge como uma temática a carecer de constante investigação, uma vez que, por um lado, permitiria informação atualizada sabre o sector e, por outro, ajudaria a realçar a necessidade de investimento na marca de forma a combater o desconhecimento e desconfiança relativamente a esta atividade.

Palavras-chave:

Serviços, Mercado de serviços, Marketing-mix, Trabalho temporário (TT), Marca, Gestão, Manpower Portuguesa, S. A

Downloads

Publicado

08-05-2014

Como Citar

Madureira, J. (2014). Gestão da marca no âmbito dos serviços: o trabalho temporário. Lusíada. Economia E Empresa, (9), 187–215. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/lee/article/view/856

Edição

Secção

Artigos