A Liderança e o Trabalho em Equipa

José Carlos Dias Rouco, Maria Manuela Martins Saraiva Sarmento Coelho

Resumo


Este estudo de caso realizou-se durante a realização o de um curso de liderança, com a duração de 12 dias consecutivos, em varias provas de situação ao e diferentes níveis de intensidade de esforço, ministrado pela Academia Militar a alunos finalistas Universitários. A população em estudo constituiu-se de 18 indivíduos, através da observação ao directa na realização de provas de situação - liderar e trabalhar em equipa. Pretendeu-se caracterizar e relacionar os comportamentos de liderança dos líderes emergentes, assim como verificar se os seus comportamentos são significativamente diferentes dos outros membros em diferentes níveis de fadiga e durante a execução de várias provas de situação sem líder formal. Para avaliar os vários comportamentos de liderança percepcionados pelos observadores foram adaptadas as competências definidas por Spencer & Spencer (1993) com diferentes níveis de desempenho. Do estudo concluiu-se que os líderes emergentes têm comportamentos específicos para se afirmarem como tal, assim como existem alguns significativamente diferentes dos comportamentos dos restantes membros. De realçar as dimensões "impacto e influencia", "raciocínio analítico" e "direcção" que são competências fundamentais para a liderança emergente perante os diferentes desafios.

 

Palavras-chave: Formação; Competências; Líder emergente; Trabalho de equipa; Liderança de equipa.

 

This case study occurred during a 12 days leadership course with different levels of effort, conducted by the Military Academy, to senior college students. The population in analysis was formed by 18 individuals, that, through direct observation on their performance in the different situational challenges - leading and working as a team- had their behaviours characterized and related to as emergent leadership behaviours amidst some of them arose, as well as to check if these behaviours were so much different from other members, concerning fatigue levels and situational challenging events without nominated formal leader. To evaluate the various leadership behaviours acknowledged by the observers the skills adapted were defined by Spencer & Spencer (1993) with different levels of performance. From this study the conclusion is that emergent leaders have specific behaviours as to prove themselves as such, as well as some of these behaviours are significatively different from the other members. Dimensions as "impact and influence", analytic thought" and "direction" do stand out, which are fundamental skills for emergent leadership concerning the different situational challenges.

 

Key-words: Training; Skills; Emergent Leader; Team work; Team Leadership.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica | Universidades Lusíada, 2004-2019
Universidade Lusíada Editora
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt