Complexidade do sistema transaccional de gestão: as prescrições médicas com suporte em rede

José Carlos Correia

Resumo


A análise dos sistemas de transacção em rede, no âmbito do subsector da saúde, das prescrições médicas, leva-nos a reflectir sobre a evolução das prescrições médicas face a implementação de novas tecnologias de informação ao nível da gestão e do controlo das prescrições.

Por outro lado, sendo cada vez mais notório, o surgimento de entidades prestadoras de serviços de natureza privada, algumas delas pertencentes a entidades de natureza financeira, pensamos que seja de reflectir sobre a inserção do mundo financeiro no mundo da saúde, com especial destaque para as prescrições médicas. Tal é particularmente importante quando se verifica uma alteração no mapa etário europeu, e que os gastos neste sector obrigam a uma racionalização geral. Assim é proposto um modelo de análise e funcionamento para a gestão de prescrições médicas, que permite um acompanhamento em tempo real destas, induzindo economias de escala no processo de pagamento, evitando os atrasos actuais, que redundam em gastos desnecessários para o Estado e utentes.

 

Palavras-chave

Prescrição médica, Complexidade, Tecnologias de informação e de comunicação, interligação sistema da saúde versus sistema financeiro, Perspectivas futuras.

 

The analysis of a transaction system in network, for the health sub-sector - medical prescriptions -, requires some reflections due to the employment of information technologies at management level for the prescriptions control.

On the other hand, the gradual shift from public to private services, for economical reasons, will require a more accurate control mechanism as well as tools for private and public use, in the complex task of monitoring the financial spending in this area. Furthermore, the type of health treatment and policy will need more spending in medical prescriptions, therefore a closer control system to avoid unnecessary spending. This leads to more efficient process of dealing with money, looking for ways to rationalise the transfers and times involved in such operations.

We propose a model that allows a different, more rational and economical, from of dealing with public money in the health sector. This system in based on a object oriented approach, that looks to maximize the systems answer, and to minimize money waste, for delay in the payment process.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica | Universidades Lusíada, 2004-2019
Universidade Lusíada Editora
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt