A avaliação da formação na administração pública portuguesa

César Madureira

Resumo


Num contexto em que se clama pela necessidade de identificação, tão exacta quanto possível do contributo da formação para os resultados organizacionais, importa em definitivo investir na sua avaliação; Segundo o modelo de Kirkpatrick, esta avaliação pode desenvolver-se em 4 etapas: a reacção, a aprendizagem, o comportamento e o impacto nos resultados organizacionais;

As vertentes institucional e cultural das organizações públicas constituem-se como constrangimentos adicionais para o desenvolvimento de um ciclo de formação em que a avaliação possa ser objectiva;

A avaliação do PROFAP (1992 a 1999) e a avaliação da formação comportamental (1996-2001) identificam as principais lacunas da Administração Publica portuguesa nesta matéria.

 

In a context in which the need for the identification, as accurate as possible, of the contribution of training for organizational performance is claimed, it is definitely important to invest in its evaluation;

According to Kirkpatrick's modet this evaluation can be developed in 4 stages: reaction, learning, behaviour and impact on organizational performance;

The institutional and cultural character of public organizations constitute an additional obstacle for the development of a training cycle in which evaluation can be objective;

PROFAP (1992 to 1999) evaluation and the evaluation of behavioural training (1996-2001) identify the main gaps in portuguese Public Administration in this subject


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica | Universidades Lusíada, 2004-2019
Universidade Lusíada Editora
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt