Portugal e o Oceano Atlântico: os desafios estratégicos

Pedro Borges Graça

Resumo


No âmbito do movimento de reorientação histórica de Portugal para o Oceano Atlântico, principalmente após a Expo 98, há vinte anos, apresentase um conjunto de desafios estratégicos externos e internos que evidentemente requerem respostas ajustadas. Dos externos destacam-se as implicações relativas desde logo à União Europeia e, no Atlântico, ao “vizinho” americano e à CPLP. Dos internos ressaltam o conhecimento e exploração dos recursos marítimos e correspondente tomada de decisão e coordenação político-económica.


Following the Expo98, twenty years ago, Portugal is facing a set of internal and external strategic challenges that require sound responses. On the external side there is implications regarding European Union, United States and CPLP - the Portuguese speaking countries community. Internally there is knowledge and exploration and exploitation of maritime resources and the political and economic decision making process and coordination.

 

Palavras-chave / Keywords

Economia marítima, Opção estratégica atlântica, Incoordenação.

Maritime Economy, Atlantic Strategy Option, Incoordination.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica | Universidades Lusíada, 2004-2018
Universidade Lusíada Editora
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt