As 10 razões que explicam a existência e o desenvolvimento da Economia Social (ES)

Mário Caldeira Dias

Resumo


Este texto tem uma motivação pedagógica e científica. A literatura sobre a Economia Social é ainda bastante dispersa e sobre um conceito susceptível de várias abordagens diferentes.

As razões que justificam a existência da Economia Social podem ser mais antigas ou modernas, mais estruturais ou circunstanciais.

A sua junção permite aos estudantes e ao público em geral uma visão completa, sistematizada e detalhada da evolução da Economia Social e inseri-la nas motivações sociais que a impulsionaram.

Os próprios agentes da Economia Social envolvidos no seu quotidiano passam a ter um quadro de referência para a sua actuação e para os valores que a enquadram.


This text has a pedagogical and scientific purpose. The literature about Social Economy is very scattered and about a concept which allows different approaches. The reasons that justify the existence and the development of Social Economy could be old or recent, structural or incidental.

When together, allows to the students, to the public opinion and also to the Social Economy agents a complete and detailed overview and including it in the relevant social motivations.

The Social Economy agents understand better the global framework for his day to day action and also the underlying values that support their activity.


Palavras-chave / Keywords

Problemas sociais, Portugal – Condições económicas, Portugal – Condições sociais.

Social problems, Portugal – Economic conditions, Portugal – Social conditions.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica | Universidades Lusíada, 2004-2018
Universidade Lusíada Editora
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt