Eficiência dos modelos multissectoriais de previsão de falência empresarial: o caso do sector terciário ibérico

Mário Antão, Cândido Peres Moreira

Resumo


A crise financeira global e o crescente número de encerramentos de empresas em Portugal e Espanha, torna crucial compreender as actuais causas da “falência” empresarial, bem com a forma mais eficaz de previsão e antecipação desta realidade.

Neste estudo temos por objectivo validar a eficácia dos modelos existentes e a sua capacidade de disponibilizar informação útil para a tomada de decisão, propondo mecanismos de escolha do modelo que, em cada momento, consubstancie a melhor alternativa para a previsão de “falência” empresarial para as empresas do sector terciário, até 6 anos antes desse facto se concretizar.

Desta forma seleccionamos, de entre as empresas portuguesas e espanholas, as do sector terciário (CAEs G a U), sujeitas a revisão legal de contas, repartindoas por duas amostras; uma representativa das empresas “falidas” e outra das não “falidas”, num total de 136 empresas.

Às amostras foram aplicados 21 modelos com maior presença na literatura, multissectoriais, para diversos horizontes temporais e com origem numa elevada diversidade de países.

Como principal conclusão, além de uma reflexão sobre as actuais causas das “falências”, observa-se que dos modelos estudados, as desenvolvidas por Lizarraga (1998), Altman et al. (1979) e Altman (1993) se constituem nos melhor previsores de “falência”, até 6 anos antes desta ocorrer, para as empresas portuguesas e espanholas com actividade principal no sector terciário (CAEs G a U).


Efficiency of the Multisector Models of Forecasting Corporate Bankruptcy - The Case of the Iberian Tertiary Sector Abstract: The global financial crisis and the increasing number of company closures in Portugal and Spain make it crucial to understand the current causes of corporate “bankruptcy”, as well as the most effective way of predicting and anticipating this reality.

The objective of this study is to validate the effectiveness of existing models and their ability to provide useful information for decision making, proposing mechanisms to choose the model that, at any moment, is the best alternative for predicting corporate “bankruptcy” companies in the tertiary sector, up to 6 years before bankruptcy declaration. In this way, we select Portuguese and Spanish companies from the tertiary sector (CAEs G to U), subject to statutory audit, split by two paired samples; one with “bankrupt” companies and another with regular companies, in a total of 136 companies.

We applied 21 MDA multisectoral models to the samples, with greater presence in the literature, for several time horizons and originated in a high diversity of countries. As a main conclusion, besides a reflection on the current causes of “bankruptcies”, it is observed that of the models studied, those developed by Lizarraga (1998), Altman et al. (1979) and Altman (1993) are the best predictors of “bankruptcy” (up to 6 years before this occurs) for Portuguese and Spanish companies, with a main activity in the tertiary sector (CAEs G a U).


Palavras-chave:

Análise discriminante multivariada, Falência empresarial, Modelos de previsão, Sector terciário.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica | Universidades Lusíada, 2004-2018
Universidade Lusíada Editora
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt