A formação de oficiais de policiais: estudo de caso numa perspetiva custo-benefício

Carina Sousa, João de Sousa Mendes

Resumo


O presente estudo, baseado em métodos qualitativos, tem por objectivos, por um lado, compreender se existem diferenças ao nível da aquisição de conhecimentos e de competências dos Oficiais de Polícia da Polícia de Segurança Pública (PSP) que frequentaram o curso de Mestrado Integrado em Ciências Policiais (CMICP) na modalidade de internato em contrapartida com a modalidade de externato e, por outro lado, perceber se os custos associados ao regime de internato justificam a sua manutenção.

Realizou-se um estudo de caso que incidiu nos três cursos do CMICP do Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna (ISCPSI), onde se realizaram entrevistas aos dirigentes durante a formação dos três cursos e se aplicaram questionários a uma amostra significativa de formandos desses mesmos cursos que frequentaram, uns no regime de internato e outros no regime de externato.

Como resultado da investigação verifica-se que na perspetiva dos inquiridos não existem diferenças entre os Oficiais de Polícia que concluíram o curso em regime de internato perante os que o concluíram em regime de externato, no que diz respeito à aquisição de conhecimentos e competências adquiridas. Nesta conformidade, verificou-se que não se justifica a manutenção do regime de internato porque não há perda de qualidade da formação recebida e, traduz-se um ganho significativo com os custos suportados com o regime de internato.


We conducted a case study that focused on the three previous classes that graduated from the Master Course in Police Sciences in ISCPSI. We interviewed the previous and current Directors and applied questionnaires to a representative sample of students from those previous classes, in which some graduated in an internal scheme and others in an external scheme.

As a result, our research demonstrates that there are no differences between police Officials that graduated in an internal scheme and those who graduated in an external scheme, as far as acquiring knowledge and skills goes, therefor not justifying the internal scheme’s costs. According to that, we find that there is no need to maintain the internal scheme, because there is no quality loss training Officials, therefor significantly improving the gains related to decreasing the costs incurred with the internal scheme.

 

Palavras-chave / Keywords

Conhecimento, Competências, Custos.

Knowlegde, Skills, Costs.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica | Universidades Lusíada, 2004-2019
Universidade Lusíada Editora
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt