Análise do outsourcing no setor bancário angolano

Virgínia Analídia António dos Santos, Rui Lopes dos Reis

Resumo


A necessidade da abordagem deste artigo surge por dois motivos bastantes relevantes. O primeiro diz respeito a uma estratégia empresarial que muitas organizações dispensam por não saberem o seu real valor, ou por a desconhecerem como uma técnica de inovação em gestão empresarial, o denominado Outsourcing.

Há necessidade das empresas utilizarem estratégias que lhes permitam obter vantagens competitivas das demais concorrentes em mercados dinâmicos como os que observamos atualmente. Muitas empresas estão focadas no crescimento e diversificação dos seus produtos e serviços, que não deixam de ser variáveis importantes dentro de uma organização, mas também sabemos que só crescimento e diversificação não são suficientes quando estas não sabem; Porquê, Como e Onde irão crescer e diversificar.

O segundo, diz respeito ao setor bancário angolano, que nos últimos anos tem apresentando um crescimento bastante significativo e, dada a atual dinâmica da economia nacional, perspetiva-se uma tendência acentuada de crescimento do mercado bancário, exigindo a construção de um sistema financeiro sólido, eficaz e socialmente responsável, capaz de sustentar a economia. Existe a necessidade do próprio setor começar a preparar-se para atender a demanda que irá encontrar a médio e longo prazo, a fim de proporcionar aos clientes soluções inovadoras e cada vez mais eficientes.

E nada melhor que começarem a rever as estratégias internas neste sector, assim como identificar as actividades que carecem de recursos e necessitam de recursos mais especializados. Neste contexto, o Outsourcing pode ser qualificado como uma inovação em gestão e é para muitos gestores uma ferramenta
influenciadora e poderosa de mudança organizacional em vários níveis.

The need for the approach of this theme arises for two reasons quite relevant. The first concerns to a business strategy that many organizations exclude for not knowing its real value, or for being unaware that it’s an innovative technique in enterprise management, the so-called outsourcing. There is need for companies to use strategies that allow them to gain competitive advantage of other competitors in dynamic markets such as we observe today. Many companies are focused on growth and diversification of its products and services, which are nonetheless important variables within an organization, but we also know that growth and diversification alone are not enough if they do not know Why, How and Where they will grow and diversify.

The second, concerns to the Angolan banking sector, which in the last years has registered significant growth and, given the current dynamics of the national economy, we foresee a marked tendency of the banking market growth, requiring the construction of a solid financial system, effective and socially responsible, able to sustain the economy. There is the need for the sector itself start preparing answers for the demand that will encounter in the medium and long term, in order to provide costumers with more efficient and innovative solutions.

And nothing better than starting to review the internal strategies in this sector, as identify the activities that lack the resources and require more specialized resources. In this context, outsourcing can be qualified as a management innovation and is for many managers an influential and powerful organizational tool for change at various levels.


Palavras-chave / Keywords

Outsourcing, Setor bancário, Estratégia.

Outsourcing, Banking sector, Strategy.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica | Universidades Lusíada, 2004-2019
Universidade Lusíada Editora
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 561 | Fax +351 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt