[1]
I. Passarinho, «A importância dos percursos profissionais na formação contínua e nas construções identitárias dos assistentes sociais», IS, n. 35, pp. 367–388, Jun. 2014.