Crise na periferia: Brasil / América Latina e Portugal / Sul da Europa

Marcelo Braz Moraes dos Reis

Resumo


A crise contemporânea da sociedade capitalista e as suas consequências sociais têm sido objeto de intenso debate em todo o mundo. Se no seu interior é mais ou menos consensual que a natureza da crise é estrutural – pois que envolve o processo global de reprodução social do modo de produção capitalista – o mesmo não se pode dizer do debate em torno de suas formas de enfrentamento, das políticas econômicas adotadas nos países mais afetados pela crise dirigidas por governos de colorações ideológicas bastante diversas. Os principais analistas consentem na constatação de que os chamados “países em desenvolvimento” sofreram menos com a crise que se cronificou a partir de 2007/2008, seja porque ela tem seu epicentro nos países centrais, seja porque alguns daqueles “países em desenvolvimento” têm usado políticas econômicas “heterodoxas”, supostamente pós-neoliberais. Este artigo busca mostrar que essa constatação é uma meiaverdade, uma vez que no Brasil as políticas de combate à crise cederam vez em 2015 à adoção de medidas de austeridade, tal como as que foram aplicadas em Portugal e no países de sul da Europa nos últimos anos conforme poderá ser visto no texto.


The contemporary capitalist society crisis and its social consequences have been subject of vivid worldwide deliberation. If, at its core, it is more or less agreed that the basic nature of the crisis is structural - because it addresses the overall process of social reproduction of the capitalism - the same cannot be said of the debate around their ways to approach the adopted economic policies in the most affected countries, headed by governments of quite different ideologies. Leader analysts comply with the realization that the so-called “developing countries” suffered less from the crisis that raided from 2007/2008, either because its epicentre is mainly focused in the central countries, or because some of those countries have used economical heterodox policies supposedly post-neoliberal. This article tries to evince that this realization is only a half-truth, giving that in Brazil fighting policies against this crisis in 2015 gave way to the adoption of austerity procedures, similar to those recently enforced in Portugal and southern European countries, as shown in the following text.

 

Palavras-chave / Keywords

Crise contemporânea, Política económica, Brasil, Portugal.

Contemporary crisis, Economic policies, Brazil, Portugal.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2017
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel. +351 213 611 617 | Fax +351 213 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt