A rutura dos laços sociais nas narrativas da pessoa em situação de sem-abrigo

Vânia Rosa, Sónia Guadalupe

Resumo


Introdução

A pertinência da rutura e reconstrução dos laços sociais nas pessoas em situação de sem-abrigo leva-nos à abordagem dos seus processos idiossincráticos de emergência e manutenção do capital social nos laços sociais.

Objetivos

A investigação pretende, através dos discursos de pessoas que experienciam a situação de sem-abrigo, compreender como são vivenciadas as ruturas com os laços sociais e como são equacionados os laços sociais.

Metodologia

O estudo, de natureza qualitativa, utilizou a entrevista semiestruturada para aceder às narrativas. A sua categorização foi feita através da análise de conteúdo, baseando-se a grelha analítica no conceito de laço social de Serge Paugam (2009).

Os seis participantes no estudo foram selecionados pela acessibilidade e disponibilidade dos indivíduos em situação de sem-abrigo na cidade de Coimbra, em responder à entrevista, sendo a amostra não probabilística.

Resultados

Das narrativas dos seis entrevistados verificou-se que apresentam uma escassa rede de apoio (formal e/ou informal). Emergiu dos seus discursos que um dos principais fatores que concorre para a emergência da situação de semabrigo é a rutura com os diferentes tipos de laços sociais, sobretudo os familiares, que potencia a diminuição da rede de suporte. A rutura dos laços de filiação e parentescos foram identificados pelos entrevistados como o principal fator para a emergência da situação de sem-abrigo, evidenciando também uma quebra dos níveis de confiança para a possível criação de novos laços ou reativação/reconstrução dos laços quebrados.

Conclusão

O conhecimento dos processos de rutura e (re)construção dos laços sociais nas pessoas em situação de sem-abrigo, pelas suas próprias vozes, permitirá contribuir para a co-construção de estratégias de intervenção do Serviço Social no contexto deste problema social e com pessoas nesta situação (Rosa, 2012).

 

Palavras-chave

Laços sociais, Rutura, Capital social, Sem-abrigo.


Texto Completo:

PDF

Apontadores

  • Não há apontadores.


Fundação Minerva - Cultura - Ensino e Investigação Científica / Universidades Lusíada, 2004-2018
Serviços de Informação, Documentação e Internet
Rua da Junqueira, 188-198 | 1349-001 Lisboa | Tel.: +351 213 611 560 | Fax: +351 213 638 307 | E-mail: revistas@lis.ulusiada.pt