Modelo de escola de pais para pais: promoção de competências parentais na prevenção primária da toxicodependência

Autores

  • Regina Ferreira Vieira

Resumo

Este artigo e revelador de uma matriz de Escolar de Pais para Pais, experienciada na execução e avaliação de projecto de intervenção social dirigido a pais de crianças e jovens do concelho de Odivelas, com o objectivo de desenvolvimento de competências parentais na prevenção primária da toxicodependência em particular, e das situações de risco no geral: Agir em Responsabilidade Partilhada (ARESP). Apresentando-se como um projecto de intervenção colectiva/comunitária, o ARESP-Odivelas foi concretizado mediante estratégias relacionais de proximidade com os pais formandos e demais parceiros formais e informais do concelho de Odivelas, promovendo a participação activa dos vários actores no processo de execução e avaliação. As principais acções desenvolvidas organizaram-se em tomo de um programa formativo para pais assente em três momentos basilares sucessivos: 1) uma primeira acção de formação de pais, para aproximação e sensibilização da comunidade local e do grupo alvo, em particular, para a temática e a dinâmica do Projecto, nomeadamente para a formação de formadores de outros pais; 2) a formação pedagógica de pais com componente especifica de prevenção primária da toxicodependência, enquanto plano reconhecido e certificado de pais formadores; 3) o exercício acompanhado no contexto da acção de supervisão pedagógica de programação, execução e avaliação de actividades formativas, concretizadas pelos pais formadores, para outros pais do mesmo concelho, numa lógica de produção participada de e para os próprios sujeitos (pares). O projecto ARESP expressa uma metodologia de intervenção dinâmica e relacional de aprender a aprender com outros sujeitos, partilhando o conhecimento (do estabelecido) e construindo o reconhecimento (no sentido do colectivo/comum) das estratégias de relacionamentos social, estabelecido nas redes de relação de proximidade pais-filhos- comunidade, onde se processa a construção do sujeito na esfera do afectivo.

Downloads

Publicado

2014-06-25

Como Citar

Vieira, R. F. (2014). Modelo de escola de pais para pais: promoção de competências parentais na prevenção primária da toxicodependência. Intervenção Social, (30), 225–255. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/is/article/view/1434

Edição

Secção

Artigos