A educação como o eixo essencial do desenvolvimento sustentado. A re-invenção da educação pela comunidade

Autores

  • Ernesto Fernandes

Resumo

E meu propósito, neste texto, contextualizar a deriva/dilemas da educação, enquanto um dos campos da Politica Social (sectorizada, fragmentada, burocraticamente administrada) e expressão do Estado Social como garante dos direitos económico-sociais e dos direitos culturais, associados aos direitos cívico-políticos. Nesta perspectiva, importa superar o conceito de educação como instrução (a escola como espaço cientifico-técnico) através da articulação da formação ético-política com a formação o estético-expressiva. Para o efeito, urge semear/construir uma nova cultura na e pela comunidade/ sociedade civil para conferir legitimidade ao Estado de direito democrático e civilizar o mercado global. A cidadania participativa recomenda-se e a democracia como habitus quotidiano impõe-se como desígnio da educação (formal, não-formal e informal).

Downloads

Publicado

2014-06-24

Como Citar

Fernandes, E. (2014). A educação como o eixo essencial do desenvolvimento sustentado. A re-invenção da educação pela comunidade. Intervenção Social, (31), 85–97. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/is/article/view/1382

Edição

Secção

Artigos