A (re)definição dos direitos sociais face à crise do Estado - Providência e ao fenómeno da exclusão social

Autores

  • José António Pereirinha

Resumo

A construção do Estado-providência na Europa do pós-guerra consolidou um quadro alargado de direitos sociais (ainda que diversificado, segundo diferentes modelos) que, ao longo de um processo de três seculos a nível mundial, permitem pensar na cidadania em termos modernos. A crise e transformação recentes do Estado-providência, ao traduzirem-se na rutura do modelo em que assentou a sua construção, consubstanciam-se numa crise de valores e de capacidade de realização dos direitos sociais enquanto elemento central dos direitos de cidadania. A exclusão social, enquanto fenómeno atual de manifestação dessa crise, não só exige atuação política de garantia dos direitos sociais, mas a sua própria redefinição ou extensão: o direito de integração como elemento para a reconstrução dos direitos de cidadania.

Downloads

Publicado

2014-06-23

Como Citar

Pereirinha, J. A. (2014). A (re)definição dos direitos sociais face à crise do Estado - Providência e ao fenómeno da exclusão social. Intervenção Social, (15/16), 131–142. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/is/article/view/1364

Edição

Secção

Actas do Seminário