Lille: Alma-jacquet: estratégias populares

Autores

  • Paulo Grimnonprez

Resumo

O quarteirão Alma-Jacquet está situado na extremidade de um bairro operário, suburbano da cidade de Lille, separado do centro por uma auto-estrada e por uma zona verde, local de um ex-bairro de lata recuperado entre 1970 e 1973.

O quarteirão é uma das cinco zonas - definidas com base nas suas características sociológicas - de um bairro correspondente a um Sector de Serviço Social que abrange uma população heterogénea de aproximadamente 3000 habitantes, no qual se verifica uma forte concentração de famílias socialmente desfavorecidas.

Este quarteirão, Alma-Jacquet (100 habitações) foi declarado, em 1975, zona de recuperação de habitação degradada. Em sua substituição, deveriam ser construídas habitações sociais.

A zona habitacional, de tipo antigo, compõe-se de pequenas casas viradas para a rua e de alguns pátios situados nas traseiras das ruas e que só comunicam com elas através de estreitos átrios que passam despercebidos a quem passa.

A população do quarteirão é desfavorecida: 46% dos moradores têm mais de 65 anos de idade; 25% são operários especializados e trabalhadores manuais; 19% são não-activos. A restante é composta por pequenos comerciantes (cafés) e artesãos (ferro-velho), cujo modo de vida é próximo do da população desvaforecida.

Downloads

Publicado

2014-06-12

Como Citar

Grimnonprez, P. (2014). Lille: Alma-jacquet: estratégias populares. Intervenção Social, (1), 129–135. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/is/article/view/1237

Edição

Secção

Pelo mundo