Para uma reflexão sobre a prática profissional dos jovens assistentes sociais

Autores

  • Fátima Araújo
  • Nuno Caiado

Resumo

Os assistentes sociais (a.s.) têm poucos hábitos de se encontrarem, ao contrário do que acontece com outras profissões. Daí que tivéssemos tido a preocupação e a iniciativa de promover um encontro de diplomados pelo ISSSL em 1981, tentando responder a necessidade sentida de não perder o contacto com aqueles com quem trabalhamos e convivemos.

Apostámos num encontro onde nos pudéssemos rever, falar e refletir um pouco sobre aquilo que, dum modo ou doutro, caracteriza a vida da maioria de nós: a profissionalização, a entrada num mundo e engrenagem com uma lógica e dinâmicas bastante diferentes daquelas que até há pouco nos orientavam na escola. Este processo recheia-se, naturalmente, de dificuldades a que tentamos dar eco no Encontro.

O texto seguinte aparece dividido em três partes: 1. Questões levantadas no Encontro; 2. Reflexões a partir do Encontro; 3. Questões genéricas sobre a profissionalização.

Na base de 2. e 3. esteve um trabalho conjunto dos autores do texto, a partir do que foi dito no Encontro. Este, de certa forma, funcionou como um «brain-storming», depois aproveitado para a feitura de uma reflexão um pouco mais elaborada. Este trabalho é da exclusiva responsabilidade dos seus autores.

Downloads

Publicado

2014-06-12

Como Citar

Araújo, F., & Caiado, N. (2014). Para uma reflexão sobre a prática profissional dos jovens assistentes sociais. Intervenção Social, (1), 119–125. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/is/article/view/1236

Edição

Secção

Prática profissional