Ópticas sectoriais de intervenção social em comunidades urbanas

Autores

  • Francisco José do Nascimento Branco
  • Manuela Portas
  • Odete Sá
  • Teresa Sá
  • Maria do Rosário Baptista
  • Pedro Loff

Resumo

A prática profissional qualificada e as experiências inovadoras de intervenção social têm sido de há muito preocupação dominante da formação em Serviço Social. No Instituto Superior de Serviço Social de Lisboa alguns professores responsáveis pelos estágios, reuniram-se para apresentarem e discutirem projetos de atuação profissional, que pelos seus objetivos ou pelo modo como foram executados deveriam ser avaliados.

O confronto de ideias, de metodologias e a diversidade de problemáticas, acompanhado pelo coloquialismo próprio deste tipo de relatos, pareceu-nos de interesse e, por isso, dá-lo a conhecer aos leitores.

A mesa redonda foi constituída pelos seguintes professores responsáveis pelos estágios de 4.º ano nos vários sectores: MANUELA PORTAS, saúde; TERESA SÁ, animação sócio-cultural; FRANCISCO BRANCO, habitação e urbanismo; ODETE SÁ, segurança social.

Por parte da revista participaram também no debate: MARIA DO ROSÁRIO BAPTISTA e PEDRO LOFF.

Downloads

Publicado

2014-06-12

Como Citar

Branco, F. J. do N., Portas, M., Sá, O., Sá, T., Baptista, M. do R., & Loff, P. (2014). Ópticas sectoriais de intervenção social em comunidades urbanas. Intervenção Social, (1), 85–102. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/is/article/view/1234

Edição

Secção

Mesa redonda