Assistência, acção social e municípios: apontamentos históricos e desafios actuais

Autores

  • Maria Júlia Faria Cardoso

Resumo

Em Portugal, a importância do ente municipal parece ter um significado especial se se compara a sua história com a de outros países europeus. A sua centralidade na articulação da sociedade nacional foi assinalada originalmente pela historiografia romântica liberal – em especial na obra fundamental de Herculano, cujo primeiro volume foi publicado em 1846 e que, segundo os especialistas da área, inaugura a historiografia científica no nosso país. A mesma centralidade constata-se em estudos mais recentes e, sobretudo, nas atribuições, competências e papel sociopolítico que aos municípios vêm sendo conferidos no quadro da democracia instaurada a partir de 25 de Abril de 1974. O artigo que se apresenta, recuperando sinteticamente a constituição histórica da instância municipal, tem por finalidade oferecer uma perspectiva da evolução da assistência social no âmbito local, do quadro legal contemporâneo que define a Acção Social no sistema de protecção nacional e o do lugar que nele é reservado às autarquias, bem como dos desafios que enfrentam os municípios na coesão social territorial.

Palavras-chave:

Municípios, Acção social, Assistência, , Segurança social

Downloads

Publicado

2014-06-05

Como Citar

Cardoso, M. J. F. (2014). Assistência, acção social e municípios: apontamentos históricos e desafios actuais. Intervenção Social, (41), 121–140. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/is/article/view/1200

Edição

Secção

Artigos