A doença de Alzheimer pela voz de cuidadores informais – Um estudo qualitativo

Autores

  • Duarte Gonçalo Rei Vilar
  • Melissa Lopes

Resumo

O presente estudo teve como objetivo, contribuir para um conhecimento mais rigoroso da situação, problemas e necessidades dos cuidadores de familiares idosos, portadores de doença de Alzheimer.

Esta tarefa pode representar uma enorme sobrecarga, podendo comprometer a permanência daquele idoso no seu meio sociofamiliar, ou ser tratado com menos solicitude.

Da presente investigação, fez parte uma amostra de 9 cuidadores familiares. Enveredámos por um estudo qualitativo fenomenológico descritivo simples, utilizando a entrevista semi-estruturada, como técnica de recolha de dados permitindo identificar os problemas e necessidades dos cuidadores e algumas respostas necessárias para o seu bem-estar e, consequentemente, para o bem-estar do idoso dependente.

Palavras-chave:

Cuidadores familiares, Doença de Alzheimer, Sociedade

Downloads

Publicado

2014-06-05

Como Citar

Vilar, D. G. R., & Lopes, M. (2014). A doença de Alzheimer pela voz de cuidadores informais – Um estudo qualitativo. Intervenção Social, (39), 105–119. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/is/article/view/1188

Edição

Secção

Artigos