Por uma carta ética da intervenção social

Autores

  • Ernesto Fernandes

Resumo

O documento "Por uma Carta Ética da intervenção Social" consubstancia a reflexão produzida e aprofundada em quatro contextos de formação permanente para profissionais da intervenção social, entre 2001 e 2004. O campo da intervenção social integra profissionais de formação académica diversa, aconselhando a construção de referências ético-políticas comuns. Neste sentido, o documento reflecte uma concepção baseada na articulação entre o "cientifico-técnico o "ético-político" e o "estético-expressivo ". Eixo indivorciáveis da prática profissional, direccionada para a defesa - educação - promoção da cidadania, que requer uma nova cultura cívica, sustentada na indivisibilidade dos direitos humanos. A Carta reflecte também a necessidade de superar as três dimensões tradicionais (os públicos, objecto-sujeito da intervenção; os colegas e outros profissionais; as organizações-instituições e a sociedade), explicitando uma quarta dimensão ética: 'os valores/deveres para consigo próprio”.

Downloads

Publicado

2014-06-04

Como Citar

Fernandes, E. (2014). Por uma carta ética da intervenção social. Intervenção Social, (29), 139–151. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/is/article/view/1153

Edição

Secção

Artigos