As formas de troca voluntária no Quebeque

Autores

  • Suzie Robichaud
  • Vincent Lemieux

Resumo

Uma investigação anterior (ver Robichaud, 1998) tentou compreender os efeitos da institucionalização- e da burocratização que lhe esta associada- no desenvolvimento dos grupos de voluntários subsidiados pelo governo do Quebeque, que tem trabalhado nos áreas da saúde e dos serviços sociais. Assim, com a finalidade de constituir um quadro comparativo que melhor permita avaliar o impacto e eficácia das subvenções concedidas aos grupos de voluntários, considerou-se de utilidade conhecer os grupos que não beneficiam de subvenções públicas. A presente investigação, levada a cabo não região do Quebeque, no Canada- Saguenay- procurou observar os grupos de voluntários de vocação social apoiados pela Igreja. Esta iniciativa permite revelar como estes grupos funcionam e quais são as verdadeiras repercussões do apoio do Estado, de modo a se poder apreciar a diferença que separa as duas formas de exercício do voluntariado: as que são subsidiadas pelos Estado e as que o não são.

Palavras-chave:

Quebeque

Downloads

Publicado

2014-06-02

Como Citar

Robichaud, S., & Lemieux, V. (2014). As formas de troca voluntária no Quebeque. Intervenção Social, (21), 81–98. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/is/article/view/1110

Edição

Secção

Artigos