Empowerment: possível estratégia da prática profissional em direcção à cidadania activa

Autores

  • Manuel Menezes Silva

Resumo

Com o presente artigo pretende-se desenvolver uma reflexão sobre a importância que o "empowerment" pode assumir, enquanto estratégia da prática do Trabalho Social, para a promoção da cidadania activa nas condições concretas da experiencia. Deste modo, questionamo-nos sobre as possibilidades que os profissionais possuem de promover o "empowerment" da população com que quotidianamente trabalham, i.e., sobre as possibilidades existentes na experiência que permitam a passagem de cidadãos virtuais a cidadãos reais. Este questionamento, não descurando os condicionalismos que perpassam a prática profissional, procura explicitar algumas vias que, possivelmente, poderão facilitar uma prática promotora da participação, tanto na dimensão imediata que coloca a enfase nas respostas às procuras colocadas aos profissionais, como na dimensão mediata visando contribuir para modificações que, a longo prazo, possam ter lugar na estrutura social.

Downloads

Publicado

2014-05-30

Como Citar

Silva, M. M. (2014). Empowerment: possível estratégia da prática profissional em direcção à cidadania activa. Intervenção Social, (27), 31–42. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/is/article/view/1073

Edição

Secção

Artigos