Retornados e IARN: um experimento no rumo de um Estado providência em Portugal

Autores

  • Maria Júlia Faria Cardoso

Resumo

A comunicação e parte da dissertação de Mestrado sobre o Instituto de Apoio ao retorno de Nacionais (IARN), organismo criado para responder à problemática dos milhares de portugueses que regressaram das "províncias ultramarinas ", regresso decorrente do derrube do Estado Novo, da instauração da democracia em Portugal e do início do processo de descolonização. Para além da abordagem do IARN e das medidas sociais que executou, a comunicação procura oferecer elementos sobre a sua influência no processo de integração dos retornados na sociedade portuguesa. Pretende, por fim, relacionar a experiencia do IARN com a construção do Estado-providência em Portugal, nomeadamente, com os passos iniciais do erguimento da Segurança Social, de base universal e não corporativa.

Palavras-chave:

Estado, Portugal

Downloads

Publicado

2014-05-28

Como Citar

Cardoso, M. J. F. (2014). Retornados e IARN: um experimento no rumo de um Estado providência em Portugal. Intervenção Social, (23/24), 137–163. Obtido de http://revistas.lis.ulusiada.pt/index.php/is/article/view/1027

Edição

Secção

Actas do Seminário Serviço Social: a acção e os saberes